quarta-feira, 17 de maio de 2017

Vencer sem vontade – poesia de Suzana Castro



Vencer, vencer, vencer...
Mas cadê o gosto do prazer?
Meu coração já não sente.
Esta cansado de tanto se machucar,
Em meio a tantas pedras,
Que tentam me impedir.
Tentam me esbarrar na entrada da felicidade.

Já cansei,
E se agora eu vencer,
Só haverá lágrimas,
A vitória já não tem a cor da felicidade,
O sofrimento a apagou,
A tristeza lhe deixou descolorida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário