segunda-feira, 20 de março de 2017

Coração do Oceano – poesia de Suzana Castro

                     (Suzana Castro)

Quando você chegou,
O meu mundo se tornou melhor do que antes,
A minha vida passou a ter um sentido mais radiante,
Me tirou da tristeza,
Devolveu-me a alegria.

Fez meu coração amar novamente,
Em um amor proibido,
Que me prendia aos riscos de ser feliz.

A melodia que tocou meu coração em forma de amor,
A alegria que me fez sorrir em desejo a felicidade.
Foi você.

Entre mágoas,
Entre a logística distância,
Meu amor por você nunca deixou de existir,
Pois não morreu,
Sobreviveu ao naufrágio sentimental da vida.

O seu amor navega em meu coração,
Com uma bússola em forma de desejo,
A procura de um espaço,
Em minha grande extensão de amor,
Onde possa alogar o teu...
Para que possa nos amamos, em um só coração;
No meu coração em forma de oceano.

Um novo dia, um novo eu – poesia de Suzana Castro

                 Um novo dia começa,
               E nele o meu ser renova, 
                 Recolhe amor no coração,
              Para atribuir a quem cultiva.
                 Cultiva com carinho,
               Com cuidado,
                  Pra não machucar,
                  O novo amor que nasce no                          Meu ser.
                   O meu coração está
                    Renovado,
                    Sem mágoas, sem tristezas.
                    Estar puro,
                     Com o puro aroma do amor.
                     Que se explende a quem
                      Cultiva-lo.
                      Como uma rosa que só
                      Cresce regada de amor e
                       Carinho.
   



sábado, 11 de março de 2017

Dançando na floresta – poesia de Suzana Castro

Meu pensamento se encontra em uma floresta,
De liberdade pra viver,
Onde a vida dança em pensamento,
O sonho vive um irreal momento.

A dança está presa em meu pensamento,
Que se  liberta numa floresta.
Vejo flores que florece minha vontade de sonhar,
Vejo pássaros que me dar liberdade pra voar,
Vejo o arco iris que colori o meu jeito de imaginar.
Até o sol está pra eluminar.

Vejo tanta beleza em meu pensamento,
E até difícil de acreditar,
Mas é fácil imaginar.

Essa é minha vida – poesia de Suzana Castro

As vezes me assusto,
Com as surpresas que a vida me traz,
O coração fica confuso,
Mais depois que passa, tanto faz.
 
Os dias se tornam bons,
Os momentos passam rápido,
Doces como bombons,
Passa de dever a um hábito.

Agora encontrei os tons,
Pra colorir a vida de aprendizado,
Fazer o que quer e bônus,
Amar a vida é o primeiro qualificado.

Se libertar e assunto,
Para realizar um desejo eficaz,
Eu já não ligo tanto,
Para o que a vida me traz.

Resultado do amor – poesia de Suzana Castro

Sim eu sei,
Disse sim a todo amor,
Que pensei,
Resultaria em calor,
E sim acertei,
Mas só me trouxe dor.

Te esquecer – poesia de Suzana Castro

Ainda me lembro do seu sorriso,
Da sua alegria,
Que um dia me fez feliz,
Mas quero te esquecer,
Por mais que seja difícil,
Por mais que possa doer.

A força de amar – poesia de Suzana Castro

Tanto tempo se passou,
Mais não consegui te esquecer,
Agora sou vítima de meu próprio sentimento,
Ao me ver te amar demais,
E sofrer por isso.

Já não sei o que fazer,
Com o amor tão forte que sinto,
Para que ele acabe,
Tão resistente a tantos tombos,
Tantas mágoas.

Eu não quero te amar,
Mas o meu coração quer,
Por mais que eu diga não,
Ele inssiste em sim.

Eu não posso mandar em meu coração,
Apena entende-lo.

Eu te amo – poesia de Suzana Castro

Eu te amo,
Mais não sei dizer por que te amo,
Só sei que te amo,
E quero continuar a te amar.
A metade de duas mãos juntas, formam um coração.
E esse coração, que possui um único amor.
O meu é o seu.
No lindo céu arco íris, colori o céu límpido e azul,
Você é arco íris, que colori os meus momentos de amor.
Eu te amo, somente te amo...

sábado, 4 de março de 2017

Você – poesia de Suzana Castro


Você me ajudou,
Quando eu mais precisava,
Sei, me animou,
Quando estava desanimada.

Me deu amor,
Quando meu coração precisava,
Me deu calor,
Quando minha pele se resfriava.

Me comentou,
Que seu coração me amava,
Me mostrou,
O seu amor que me alegrava.

Foi o fator,
Que realizava o que eu sonhava,
Foi o amor,
Que felicidade sempre me dava.